Sindicato dos Escreventes e Auxiliares Notariais e Registrais do Estado de São Paulo


Grupo Whatsapp somente para funcionário da categoria. Fica obrigado a identificação do solicitante

Notícias

10/11/2017

REFORMA TRABALHISTA: RESISTIR. É PRECISO.

Meus caros cartorários.

 

 

As categorias profissionais de todo o país ainda não alcançaram os trágicos resultados da reforma trabalhista sobre os contratos do trabalhador, após 11 de novembro de 2017, cujas alterações já divulgamos em matérias anteriores no site: www.seanor.org.

A indiferença dos trabalhadores frente às reformas está apoiada na ideia pela qual o governo sorrateiramente passou aos empregados que optariam pelo pagamento do imposto sindical.

Todas as categorias apoiaram essa proposta esquecendo-se que, no Brasil, vivemos em um capitalismo selvagem, onde o patrão muda as regras no meio do jogo só para atender seus interesses, sob a falsa premissa “de um Brasil melhor” e com os sindicatos enfraquecidos por falta de receita avançaram mais ainda nos direitos até a extinção da CLT.

Hoje, você trabalhador, que aplaude o fim do imposto sindical, esquece que todos os direitos trabalhistas que ainda tem se devem exclusivamente à luta sindical.

O objetivo do governo é: Sindicato sem receita é categoria sem mobilização, consequentemente mudará as regras a qualquer tempo.

É PRECISO ENTENDER QUE PARA A DIRETORIA DO SEANOR É IRRELEVANTE A EXTINÇÃO DA ENTIDADE POR FALTA DE RECEITA, MAS O SEANOR É RELEVANTE PARA A CATEGORIA.

 A FALTA DA ENTIDADE SINDICAL PARA REPRESENTAR E MELHORAR AS CONDIÇÕES DE TRABALHO E SALÁRIOS, SERÁ DESASTROSA.

SE VOCÊ ACHA QUE O SINDICATO NÃO ATENDE AS SUAS ESPECTATIVAS, ESPERE QUANDO TIVER QUE NEGOCIAR SOZINHO E DIRETAMENTE COM O PATRÃO MELHORES BENEFÍCIOS E SALÁRIOS NO CASO DA IMPOSSIBILIDADE DA MANUTENÇÃO DO SINDICATO POR FALTA DE RECEITA.

Lamentavelmente nossa categoria não possui espirito de corpo como as demais, ou seja, “mexeu com um mexeu com todos”.

A partir de 11 de novembro, você também será atingido pela indiferença da categoria com as reformas.

Se você não fortalecer o SINDICATO através das contribuições aprovadas em AGE estará levando a entidade à sua extinção.

O resultado será o retrocesso ao tempo que o cartorário tinha que negociar benefícios individualmente cara a cara com o patrão, sem contar a isonomia salarial.

O salário terá o valor subjetivamente determinado pelo patrão sem o princípio da isonomia.

LEMBRAMOS QUE OS SINDICATOS SÃO INSTRUMENTOS DAS CATEGORIAS, PARA ATRAVÉS DE ASSEMBLÉIAS DECIDIR O QUE É MELHOR.

OS SINDICATOS NEGOCIAM COM O CAPITAL NOS LIMITES DO RESPALDO DA CATEGORIA ATRAVÉS DE DECISÕES APROVADAS EM AGE.

 

O Secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves - “Juruna”, RESUME:

“O fundamental é o engajamento dos trabalhadores junto com o sindicato na luta pelas conquistas de suas reivindicações. Sindicatos fortes e forte mobilização garantem muito mais vitórias, seja com CLT ou com o Negociação sobre o Legislado”. “Não devemos ter medo, mas coragem para

•  Veja outras notícias
Hit Counter by Digits  visitantes
Sindicato dos Escreventes e Auxiliares Notariais e Registrais do Estado de São Paulo